quarta-feira, julho 08, 2009

MARCHO DAQUÍ!

Iso, que marcho, emigro, desloco-me. Mas só de site. A partir de agora poderedes atoparme em:


http://chimpin.blogaliza.org


Alí tambem estaram as entradas anteriores, comentários incluidos. De haver alguem subscrito nom esqueça cambiar os feeds.

terça-feira, junho 30, 2009

AVANTE OBREIROS DO METAL!

Os obreiros do metal da província de Ponte-Vedra estam em luita por um convénio justo. Para amosar que nom som violentos como os pintam nos jornais e nas TVs estam a fazer umha peregrinaçom até Compostela. A estas horas já estaram na capital, logo de 100 km andados desde Vigo. E foi agradável ver como algumha gente á beira da estrada e os carros e camions que se cruzavam com eles amosavam o seu apoio, ao que respondiam agradezidos. Diram por aí que eram poucos, mas tenham em conta que entre a primeira e a derradeira foto das que segue, vai como meia hora, e quando cheguei já levavam tempo passando.


Etiquetas:

sábado, junho 27, 2009

FALARÁ-SE DESTAS FESTAS DURANTE ANOS

Num dos especiais que publicam com motivo das festas da Estrada os jornais com ediçom local, o presidente da comissom de festas expresava-se neses termos ao falar da grande qualidade das celebraçons deste ano. Poi bem, final-mente semelha que há que dar-lhe a razom. Falará-se destas festas durante anos, ainda que o motivo seja a desorganizaçom que levou á cancelaçom de duas das atraçons principais (o concerto de Mago de Öz e os de The Bond Scott Band, Pants Off, Mutand Squad, Esquíos e Kambotes) assim como doutras animaçons de rua e o famoso bono para as atracçons de feira.
Nom é a minha intençom fazer lenha da árbore caida, mas já tinha pensado fazer umha entrada para falar de cousas das que nom gostei em quanto ás festas deste ano.
A primeira, nom me pareze normal que todos os concertos das festas sejam de pago. Nim com bonos desconto nim caralhadas. Numhas festas supostamente populares (de povo, nom de PP) tem de haver atracçons de balde para o público. Vale que pode haver algumha de pago, mas nom a práctica totalidade. A maiores, semelha que o problema nasceu aquí. Polo visto, e polos comentários do presidente nos devanditos especiais, a comissom de festas deveu estar assessorada pola SGAE á hora da contrataçom dos concertos, e enchia a boca falando da quantidade de gente que lhe disserom os assessores que ia vir. O principal era o de La Oreja de Van Gogh, com o que aguardavam reunir miles de persoas e fazer boa caixa. Resultado: 1.500 espectadores e a maioria em regime de semi-gratuidade, ja que accederom com o famoso bono. Total, que nom fisserom caixa como aguardavam. Lembro (é que nom tenho diante os jornais) que falavam de 4.000 persoas no concerto de Mago de Öz.
O único gratuito foi o que juntou aos grupos de base estradense Pé de Boi, Regato de Matamulleres e Linho do Cuco com Susana Seivane. Aí bem, qualidade da casa e de nível internacional. O que já nom me pareze normal é que os representantes da comissom nom assinasem os contratos com os grupos até meia hora antes do começo dos concertos. Esse foi o primeiro sinal de que algo nom ia bem. Ainda que muita gente nom tivese conhezimento, os concertos estiverom a piques de ser cancelados por parte dos grupos, que estiverom horas tentando localizar ao presidente da comissom. Saeu adiante, mas por pouco. E haverá que ver se os grupos recebem os quartos que lhes adevedam, que visto o visto...
Por outra banda, tampouco me parece normal que se faça o petitório popular a posteriori. Isso tem um grande problema. Nom há quartos, nim se pode saber os quartos que vai haver para pagar as atracçons contratadas. Podem fazer-se estimaçons, sim, mas ha que ter em conta que a gente dá o que quer, e que este ano, percissa-mente, as famílias nom andam sobradas de quartos. E demonstra-se agora, que se nom tens avais... Toca suspender espectáculos.
Dos bonos para as atraçons de feira, nom vou falar muito. A idea é excelente, mas acho que fica claro que nom é doada de aplicar. E a forma da que se aplicou aos feirantes... achega-se á extorsom. Ou aceitas as condiçons abusivas que che imponho, ou nom che dou sítio.
Por último dizer que já está bem. O Concelho da Estrada deve ser dos únicos do seu tamanho de toda a Galiza que se desentende completamente da organizaçom das festas, mais alá de dar 30.000 € á comissom. Devera asumir dumha vez por todas a organizaçom das festas. E a ver se nos deixamos de comissons e caralhadas. Que vai passar com a gente que mercou os bonos? Vam-se-lhes voltar os quartos? Quem se vai fazer responsável de nom pagar estes rapazes o que devem? Agora seica asumem o control das deste ano. E pergunto eu, nom o puderom fazer desde o princípio? Para que temos funcionários no concelho que supostamente se adicam a organizar eventos deste tipo?

Etiquetas: , ,

quinta-feira, junho 11, 2009

É ISTO CENSURAR?

A Conselharia de Educaçom/Consejería de educación vai fazer umha enquisa aos pais/nais do alunado galego sobre a língua na que queren que os seus filhos e os dos outros reciban as aulas. Ante isto, as equipas de normalizaçom figêrom uns trípticos [PDF, 257 KB] para informar ás famílias. Como resultado, os centros receberom a seguinte mensagem da conselharia (em perféito bilíngue):

Subject: URXENTE:Instruccións sobre a participación na enquisa de utilización das linguas

Estimado/a Director/a,

Achégolle o modelo de xustificante de recibo en relación coa enquisa ás familias sobre a utilización das linguas no ensino non universitario de Galicia.

Aproveito para lembrarlle que a Dirección do centro é a responsable do normal desenvolvemento do proceso de realización da consulta e en consecuencia deberá prohibir todas as accións ou actos, tanto a favor como en contra do mesmo, mantendo informada en todo momento á Inspección Educativa.


Consellería de Educación e Ordenación Univeristaria.





Estimado/a Director/a,


Le adjunto el modelo de justificante de recibo en relación a la consulta a las familias sobre la utilización de las lenguas en la enseñanza no universitaria de Galicia.

Aprovecho para recordarle que la Dirección del centro es la responsable del normal desarrrollo del proceso de realización de la consulta y en consecuencia deberá prohibir todas las acciones o actos, tanto a favor como en contra del mismo, manteniendo informada en todo momento a la Inspección Educativa.



Consellería de Educación e Ordenación Universitaria.

Etiquetas:

quarta-feira, junho 03, 2009

FECHADO POR REFORMAS

O programa Aberto por reformas que bem apresentou Xurxo Souto durante os últimos anos, dando oportunidade á música galega de todos os estilos, finou no dia de onte.
Entendo que retirem ao senhor Souto como direitor de programaçom da RG, mas retirar-lhe o programa e ponher o que pugerom nom têm outro nome mais que o de Censura.
E quando antes o programa se adicava á expansom interplanetária da música pangalaica, agora... Julguem vostedes:



E se a isto lhe sumamos que onte, também, a TVG retirou um programa documentário sobre as vacas tolas para ponher um filme, máis do mesmo.
Empezamos.

Etiquetas: , ,

terça-feira, junho 02, 2009

EU2009

Nom entendo estas eleiçons. E com isso nom digo que nom saiba delas. Sei que elegemos aos representantes no parlamento europeu, sei que há umha circunscriçom única e até sei quem se apresenta e que coligaçons formam (as mais importantes em número de votos, claro).
E é desde este ponto que nom entendo. A passada semana recebim a publicidade eleitoral de rigor, dos partidos com representaçom no parlamentinho. Nim abrim os sobres de PP e PSOE, mas si o figem com o que spamearom os do BNG. E qual foi a minha surpresa que a papeleta que vinha coa publicidade era do BNG e nom, como aguardava, da coligaçom Europa dos Pobos-Verdes (composta por ERC, BNG, Aralar, CHA, EA, Los Verdes e Entesa per Mallorca). E a primeira da lista era a candidata do BNG, nom Oriol Junqueras, candidato de ERC e primeiro eurodeputado que sairia elegido de obtiver algum a coligaçom.
Busco informaçom ao respéito na web eleitoral do BNG e nom atopo mençom nenhuma á coligaçom, e o mesminho passa na de Esquerra. Mas sim, na web eleitoral de Aralar (ainda que de aspéito menos coidado que as anteriores). Aí podo ver que partidos componhem a coaligaçom e vejo o a candidatura completa, na orde na que sairiam de ser elegidos. De que na web eleitoral do BNG apareça Guillerme case tanto como Ana Miranda e que na principal ainda haja um banner de Galeuscat, nim comento nada.

Agora as perguntas, e a sério que nom sei as respostas e solicito que se alguem sabe algumha me saque de dúvidas:
  • Que papeleta vou atopar o domingo na mesa eleitoral, a do BNG ou a da coligaçom?
  • Se é a do BNG: vou atopar também as dos outros partidos que formam a coligaçom? E se nom é assim, vam atopar a papeleta do BNG os galegos que votem, ponhamos, em Barcelona? E vou atopar eu a de Esquerra ou a de Aralar?
  • Se é a da Coligaçom, logo a papeleta que me enviarom nom é nula?
Pois isso, que nom entendo. E tampouco é que atope muita informaçom, a verdade.

Etiquetas: , , ,

terça-feira, maio 12, 2009

A GENTALHA PRECISA AJUDA URGENTE


A Gentalha do Pichel é um grupo de gente de Compostela (natural ou adotada) que decidiu agrupar-se para fazer activismo cultural. Organizarom-se e alugarom um local ruinoso que fôrom amanhando aos poucos, criando assim o C.S. O Pichel, lugar onde fam obradoiros, cursos, festas e muitas cousas mais.
Dum tempo a esta parte um outro senhor de Compostela (senhor Conde Roa, vozeiro dp PP no Concelho compostelam) anda com acusaçons, tanto á Gentalha como á Sala Nasa e ao C.S. Henriqueta Outeiro de ser paraterroristas (sic) e organizar actos de guerrilla urbana (sic, tambem). Logo de insistir muito, atoparom-lhe umha chata á Gentalha: o seu local nom conta com accesso para discapacitados e cae sobre eles umha ameaça de peche.
Por isso, A Gentalha do Pichel solicita ajuda para conseguir os 10000 € necesários para fazer a obra, 5000 dos cales percisam ser entregados nesta semana. Se queres colaborar, tes tuda a informaçom no blog da Gentalha, assim como as declaraçons de Conde Roa.

Etiquetas: , , , ,